Banco do Brasil estorna valor referente às tarifas cobradas indevidamente ao Corecon-Pa/Ap

Template_Matéria.png

A atual gestão do Corecon PA/AP, a gerente executiva e o procurador jurídico, após inúmeras  reuniões e tratativas com o gerente do Banco do Brasil, setor público, foram incansáveis para recuperar o valor de R$ 50.745,49 referente as tarifas bancárias  cobradas indevidamente pelo Banco do Brasil.

O estorno dos débitos indevidos já foram creditados na conta do Conselho.