Economia encara cenário de otimismo para 2017

Contração do PIB, alta da inflação e crise política foram os ingredientes que o cenário econômico enfrentou no ano de 2016.  Para 2017 o cenário é bastante desafiador, porém existe um fator que é essencial para o crescimento da nossa economia que é a confiança.

A confiança é a base do capitalismo. Quando o consumidor está com a confiança em baixa, não existe compra, isso reflete no mercado e a economia retrai. Sem a certeza de crescimento econômico a perspectiva de mercado dimunui e o empresário não investe. Refletindo diretamente na redução de postos de trabalho.

 

Durante 2016 a incerteza política ocupou um importante papel na estagnação do mercado. Porém, com as novas medidas e recentes definições no quadro político, existe uma forte perspectiva de melhora do panorama para o próximo ano. Medidas microeconômicas, como: o uso do FGTS para pagamento de dívidas, valores diferenciados para compras à vista, além do uso do FGTS como garantia de pedido de empréstimo, geram a retomada na atividade econômica e o aumento de consumo nas famílias.

 

O cenário econômico para o próximo ano é animador, pois o Governo criou medidas para injetar dinheiro na economia, movimentado o comércio e o setor de serviços. De acordo com o presidente do Corecon-Pa/Ap, Nélio Bordalo, “ Com o dinheiro circulando cria-se uma perspectiva de aumento de compras e investimentos, impactando diretamente no aquecimento da economia e na desaceleração do desemprego com contratações pontuais em alguns setores do estado do Pará.

Fale conosco

Conselho Regional de Economia do Pará e Amapá


Tel: (91) 3242.0207 / 3223.1988
E-mail: adm@coreconpara.org.br​
Endereço​​​​​​: 

Rua Cônego Jerônimo Pimentel, 918 - Belém/PA
Cep: 66055-000

© 2017 por Ascom Conselho Regional de Economia - 9ª Região