Gás de cozinha sofre novo reajuste

O novo reajuste de preço do botijão de gás de cozinha nas refinarias é autorizado pela Petrobras. Esta é nona alteração no preço do produto este ano, com o aumento de 8,90% que representa a média de R$ 2,53 por botijão, os preços vão variar entre R$ 55 a R$ 75. Os dados foram obtidos por meio de pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese-PA).

O aumento entrou em vigor nesta terça-feira (5) no Pará e em todo o Brasil. O estudo, com base nos dados da Agência Nacional do petróleo (ANP), aponta que em Belém, no final da semana passada, antes do novo reajuste, o preço médio do botijão era de R$ 62,33.

Redenção é o município que vende o botijão mais caro, custando em média R$ 86,80; seguido de Xinguara com o preço médio de R$ 85,67; de Parauapebas com o preço médio de R$ 85,00 e finalizando com Ananindeua com o preço médio a R$ 65,62.