Belém entre as capitais com a cesta básica mais cara do país

Com reajuste acumulado nos dois primeiros meses do ano de 6,36%, a cesta básica dos paraenses ficou mais cara pelo segundo mês consecutivo na Grande Belém, de acordo com a pesquisa do Dieese/Pa.

A capital paraense ficou entre as onze capitais mais caras do país no item custo da alimentação básica. Segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Dieese, em fevereiro, das 20 capitais pesquisadas 13 apresentaram quedas e 7 registraram alta de preços.

O tomate apresentou o maior reajuste com alta de 30,24%, seguido da farinha de mandioca, com avanço de 2,61%; leite, com alta de 2,42% e da banana, com aumento de 1,29%. Também em fevereiro, em Belém, diversos produtos apresentaram queda de preços, com destaque para o açúcar, com queda de 4,76%; seguido da carne bovina, com queda de 4,28%; café, com queda de 4,24%; arroz, com queda de 3,29%; feijão, com queda de 2,63%; manteiga, com queda de 2,40% e do óleo de soja, com queda de 1,92%.

Fale conosco

Conselho Regional de Economia do Pará e Amapá


Tel: (91) 3242.0207 / 3223.1988
E-mail: adm@coreconpara.org.br​
Endereço​​​​​​: 

Rua Cônego Jerônimo Pimentel, 918 - Belém/PA
Cep: 66055-000

© 2017 por Ascom Conselho Regional de Economia - 9ª Região