No Pará, mais de 180 mil microempreendedores terminaram 2017 endividados

A queda da inflação em 2017 não representou nenhuma garantia aos microempreendedores individuais para evitar a crise. No Pará, mais de 180 mil terminaram o ano endividados. Esse cenário prejudica a economia e os planos de crescimento profissional com o próprio empreendimento.

O MEI (Micro Empreendedor Individual), é a modalidade para pessoas que faturam no máximo 81 mil reais por ano, não tem participação em outra empresa e tem no máximo um empregado contratado que receba um salário mínimo ou piso da categoria.  

Em 2017, quase 182 mil contribuintes estavam em débito com o Simples nacional, representando 62,4% do total de microempreendedores no estado. A maioria na capital paraense.