Portabilidade de financiamentos imobiliários cresce após a queda de juros

Os dados do Banco Central apontam que as solicitações de portabilidade de financiamento mobiliário cresceram 102% em relação ao ano anterior. Com um total de R$ 608,2 milhões, de janeiro a agosto, foram efetivados 1.605 pedidos, contra 794 nos 9 primeiros meses de 2018, que somaram R$ 335,8 milhões.

O reflexo para o aumento são os constantes cortes na taxa básica de juros (Selic) e a redução dos juros cobrados pelos bancos para o financiamento da casa própria que deixaram a portabilidade de crédito imobiliário mais atraente para o cidadão. Com a transferência da dívida para outro banco, o consumidor diminui o valor das parcelas, melhora as condições do empréstimo e economiza dinheiro.

Apesar de algumas vantagens, cabe ressaltar que as taxas anunciadas pelos bancos são as mínimas, e que, para obter juros mais baixos, o tomador de crédito precisa aceitar uma série de condições. Outro itens influenciam diretamente nos juros cobrados pelos bancos, como: o valor do imóvel, o perfil e renda do consumidor.

Fale conosco

Conselho Regional de Economia do Pará e Amapá


Tel: (91) 3242.0207 / 3223.1988
E-mail: adm@coreconpara.org.br​
Endereço​​​​​​: 

Rua Cônego Jerônimo Pimentel, 918 - Belém/PA
Cep: 66055-000

© 2017 por Ascom Conselho Regional de Economia - 9ª Região