Governo eleva de 3,2% para 3,5% estimativa de alta do PIB em 2021 e vê inflação mais alta

2.png

O Ministério da Economia elevou de 3,2% para 3,5% a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (18) pela Secretaria de Política Econômica da pasta, por meio do Boletim Macrofiscal.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia.

Para o ano de 2022, a previsão oficial de alta do PIB do governo federal foi mantida em 2,5%.

As expectativas para o nível de atividade foram feitas em meio à pandemia de Covid-19. Nos primeiros meses deste ano, o número de contaminados subiu, assim como as mortes, caracterizando uma segunda onda no país.

"Deve-se salientar que a incerteza nas estimativas atuais ainda permanece significativamente elevada. Ademais, as projeções da atividade para este e para os próximos anos tornam-se particularmente sensíveis à divulgação dos dados e ao desenrolar dos efeitos da Covid-19 e do processo de vacinação, principalmente considerando os seus efeitos no PIB de longo prazo", informou o Ministério da Economia.

 

 

Fonte: G1