Indústrias migram do Sudeste para outras regiões, mostra pesquisa da CNI

3.png

Em dez anos, a indústria nacional ficou menos concentrada nos estados do Sudeste e ganhou força em outras regiões do país. Estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra como, entre os biênios 2007/2008 e 2017/2018, a produção industrial migrou de São Paulo e do Rio de Janeiro para outros estados.

No período, o Sudeste reduziu a participação no Produto Interno Bruto (PIB) da indústria em 7,66 pontos percentuais. O Nordeste ganhou 2,06 pontos percentuais (pp) em participação e a Região Sul, 2,46 pontos percentuais.

Mesmo assim, o Sudeste continua responsável por 53,9% do PIB industrial, seguido pelo Sul com 19,4%. O Nordeste tem 12,93% de participação; o Norte, 7%; e o Centro-Oeste, 6,7%.

O estado da Bahia foi o que mais ganhou importância na produção da Indústria de Transformação brasileira entre os biênios 2007/08 e 2017/18. Além da Bahia, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul também se destacaram com os maiores ganhos de participação na produção manufatureira nacional.


Considerando a Indústria total (Extrativa, Transformação, Construção e SIUP), o Pará foi o estado que mais ganhou espaço na produção industrial nacional, em razão do crescimento de sua Indústria Extrativa, sobretudo do setor Extração de minerais metálicos.

A pesquisa da CNI mostra também que na última década, o estado de Santa Catarina ultrapassou São Paulo no setor Vestuário e acessórios, se tornando o maior estado produtor do Brasil. Em valores correntes, São Paulo produzia, em média, R$ 4,1 bilhões em produtos do setor Vestuário e acessórios, enquanto Santa Catarina produzia R$ 2,5 bilhões, no biênio 2007/08.

No entanto, São Paulo continua sendo o maior produtor industrial, liderando com alta margem sobre os demais estados, com 30,68% do valor adicionado da Indústria total. Entre os quatro segmentos industriais, o estado só não ocupa a primeira posição do ranking dos maiores produtores na Indústria Extrativa, liderado pelo Rio de Janeiro.

 

Fonte: SBT News