Mais de R$ 38,3 milhões em dinheiro no Amapá são estocados em casa por contribuintes

1.jpg

Receita Federal alertou, em meio à declaração do Imposto de Renda, para a prática de estocagem de altos valores dentro de casa, seja em dinheiro ou em ouro. No Amapá, são 501 contribuintes, que em 2020, justificaram ter R$ 38,3 milhões guardados fora do sistema bancário.

A Receita Federal quer saber a origem desses recursos e, para isso, vai passar a enviar cartas aos contribuintes.

A ação faz parte da operação denominada ‘MacMônei’, fazendo referência ao rival do Tio Patinhas, personagem da Disney famoso por guardar grande fortuna dentro de casa.

A preocupação da Receita é que o contribuinte não consiga comprovar a origem do recurso estocado em casa, que podem configurar valores ilícitos e sem tributação.

"Os contribuintes que mantiverem os valores informados em suas declarações poderão ser convidados a comprovar a origem dos recursos mediante a abertura de procedimento fiscal", detalhou a Receita.

Ainda de acordo com o órgão, o montante total estocado em todo o país preocupa, sendo comparável ao dinheiro circulante no sistema bancário.

Fonte: G1 AP