Inflação pelo IPCA ficará em 4,38% em 2020

6.png

O boletim Focus do Banco Central (BC) recuou de 4,39% para 4,38% a estimativa do índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) para 2020.

A estimativa do indicador divulgada hoje (4), ultrapassa o centro da meta da inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional de 4%. Porém, se considerada a margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, o índice, permanece dentro da meta, pois a variação fica entre 2,5% a 5,5%.

Para 2021 a projeção também foi reduzida, pela segunda semana seguida, de 3,34% para 3,32%. Enquanto que o índice esperado para 2022 e 2023 permaneceu inalterado, de 3,50% e 3,25%, respectivamente.

Nesta edição, a taxa prevista para 2021 foi diminuída de 3,13% para 3%. Quanto a 2022 e 2023, a expectativa é de que seja de 4,5% e 6%, respectivamente.

Em dezembro, o Comitê de Política Nacional Monetária (Copom) do BC anunciou a decisão unânime de manter a Selic em 2% ao ano. Quando a Selic é mantida, o comitê considera que ajustes anteriores foram suficientes para manter a inflação sob controle.