Pão careca teve reajuste acumulado de 6,10% este ano 

1.png

De janeiro a agosto deste ano, o preço do quilo do pão consumido pelos paraenses voltou a ficar mais caro em padarias e supermercados de Belém, após um período de estabilidade. Em agosto, o reajuste no valor do pão careca (também conhecido como pão francês) alcançou cerca de 4% em relação ao mês de julho, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos(Dieese/PA ).

Ainda de acordo com o levantamento, em agosto de 2020 o quilo do alimento foi comercializado, em média, a R$ 11,03. Em dezembro foi vendido a R$ 10,99 e iniciou em janeiro de 2021 custando, aproximadamente, R$ 10,99. Já em julho deste ano, foi comercializado a R$ 11,20 e em agosto, R$ 11,66. Nos primeiros oito meses deste ano, o preço do pão careca apresentou um reajuste acumulado de 6,10%. A justificativa do setor para este aumento é que ocorre por conta da alta do dólar que elevou o preço do principal insumo do pão, o trigo.

Segundo o Departamento, atualmente o pão serve de café, almoço e jantar para uma grande quantidade de paraenses assalariados, e seus preços variam de local para local, oscilando entre R$ 6 a R$ 18 o quilo. As pesquisas do Dieese efetuadas nas duas primeiras semanas deste mês de setembro de 2021 não verificaram queda, pelo menos, até agora no preço do produto, ou seja, o pão continua caro.

Fonte: DOL